25 de junho de 2009

Independência de Moçambique: Onde é que estava no 25 de Junho?

Onde é que estava no 25 de Junho? Mussagy Geichande Devido aos meus compromissos profissionais, nesse dia cheguei muito cedo ao estádio da Machava. Eu trabalhava com o vice-ministro Manuel do Santos, que era chefe de protocolo do Governo de Transição, por isso chegámos bem cedo para receber as individualidades. Ver a bandeira a flutuar lá em cima foi um momento único. Comoveu-me ver moçambicanos de todas as cores a festejar efusivamente. Agora, depois do fim do apartheid, fala-se muito de “rainbow nation”, mas nós, naquela altura, já tínhamos o nosso arco-íris e de uma dimensão impressionante. Estávamos muito galvanizados e todos nos sentíamos identificados com a causa da independência e inevitavelmente com a Frelimo. Quando o Marcelino dos Santos diz que todo o povo é Frelimo, naquele momento eu entendo bem as suas palavras. Todos nos identificávamos com aquele partido, sobretudo pela forma correcta como a luta tinha sido conduzida. Nessa noite não me deitei. Quando sai do estádio vim para o bairro militar onde vivia porque na altura fazia parte das FPLM. Festejei até de manhã com os meus camaradas e vizinhos. Sapo MZ, 25 de Junho de 2009