5 de dezembro de 2009

Festa de Nha Sta Catarina e Nhô Sto André é na Vialonga



Festa de Nha Sta Catarina e Nhô Sto André é na Vialonga

Tal como já vem sendo hábito nos últimos cinco anos, os cabo-verdianos de Vialonga saiem à rua, domingo próximo, para festejarem Nha Santa Catarina e Nhô Santo André. A ideia surgiu a João Pereira, presidente do grupo Junta-Mon Associação Cultural Raiz de Cabo Verde, quando reparou que muitas pessoas, desta localidade, que não se podiam deslocar a Cabo Verde nessa data ficavam muito tristes.

E assim, explica "com esta festa, as pessoas passaram a ter uma maneira de se sentirem um pouco em Cabo Verde. Muitos destes cabo-verdianos desta comunidade são oriundos de Santiago, da freguesia de Santo André.


E para este ano, estão prometidas muiitas surpresas, como explica: "Foram nos oferecidas duas imagens desses santos, que irão sair na procissão, que sai às 10h de domingo, até à igreja. Às 13h00 haverá um almoço, no centro comunitário, com comida típica de Cabo Verde: feijão, cachupa, xerém..."

A partir das 15h00 começa a grande festa, com diversas actividades culturais. Este ano, a prioridade vai para os artistas de Cabo Verde "que menos oportunidades têm de mostrar o seu trabalho", e por isso decidiram homenagear o artista Blik Tchutch, que nos anos 80 fez um excelente trabalho.

A festa contará ainda com os grupos Raíz di Tera, grupo de batuco, Netas de Bibinha Cabral, Kid, um rei do funaná e produtor de vários artistas, Associação dos Africanos de Vila Franca de Xira, Olívio de Alice, Nina e Sandra, Eliza e Tony di Alda, Janu, Bodinho (França). O encerramento será com o conhecido Jorge Neto, havendo mais surpresas como grupos de dança vindos Sintra, Zambujal, Casal da Mira, Catujal, etc.

João Pereira, mais conhecido por Zézito, e ultimamente por Ticai, conta como o grupo, fundado em 2002 - juntamente com o colega Sandro Veiga, vice-presidente - tinha como objectivo inicial a participação em actividades religiosas. Pereira, que já fazia teatro em Cabo Verde, decidiu formar um grupo em Vialonga. "Começámos com 15 elementos, em 2002, e a primeira actuação foi mesmo na igreja de Vialonga.

Hoje, já vão em cerca de 50 actuações, um pouco por todo o país. Para além disso, o grupo gravou, em DVD, a peça de teatro Nha Fia, que se revelou um sucesso. "Quando cheguei a Cabo Verde, poucos dias depois de termos gravado a peça, fui reconhecido no mercado, e só depois descobri que as pessoas já me conheciam do DVD, que tinha chegado rapidamente, através de edições piratas", explica Sandro Veiga.

Para além das actividades religiosas, o objectivo da associação "é proporcionar tempo livre aos jovens". Neste sentido, desenvolvem 4 actividades: teatro, dança, batuque e música, com 45 participantes ao todo.

Para 2009 os objectivos eram a oficialização da associação, gravar o DVD "Teatro Nha Fia" e ir a Cabo Verde. "Apenas ficou a faltar a viagem e a digressão do grupo, pelas ilhas, mas que esperamos fazer para o ano", conclui Pereira.

Sapo CV, 04 de Dezembro de 2009