26 de abril de 2009

Namibe: Pinturas rupestres angolanas representadas em livro de arqueólogo francês

Namibe Pinturas rupestres angolanas representadas em livro de arqueólogo francês Namibe - A representação cenográfica das pinturas rupestres de Angola estão agora compiladas numa obra literária de autoria do arqueólogo francês Manuel Gutierrez. Lançada nesta quinta-feira, na cidade do Namibe, a obra “Arte rupestre em Angola”, segundo o autor, representa figuras da estação de Tchitunduhulo-Opeleva e Tchitunduhulo-Mulume, no município do Virei, com gravuras rupestres, na sua maioria com configurações geométricas e animais. Outras figuras da estação rupestre da Macahama-Majole, Kenguelela-1, Vihulo-1 e 2, localizadas no Caraculo, há 60 quilómetros a leste da sede provincial do Namibe, também estão representadas nesta obra do especialista francês. O livro foi editado com a colaboração da embaixada francesa em Angola, Ministério angolano da Cultura e Governo da província do Namibe. Foi publicada em línguas portuguesas e francesa. Possui três capítulos, sendo o primeiro sobre questões históricas, o segundo fala da província do Namibe e o terceiro aborda a interpretação das gravuras. Na pesquisa e localização das grutas que contem essas gravuras, o autor destacou a colaboração de guias da província, autóctones da província, com particular destaque para o sociólogo Gaspar Madeira. Segundo pesquisas recentes, contam-se cerca de 20 estações de pinturas rupestres localizadas na província do Namibe. O Estado angolano e o governo do Namibe comprometeram-se já a preservar e gerir essas áreas à luz da convenção da UNESCO sobre o património cultural e da legislação angolana. Garantir a preservação desses locais, pressupõe o estabelecimento de um conjunto de acções e medidas que visam deter o vandalismo e muitas outras práticas que contribuem para a sua deterioração. Manuel Gutierrez, de nacionalidade francesa, é professor doutor de arqueologia da Universidade de Paris” Panthecon Sorbone”, faz trabalhos de pré-históricos em artes rupestres e autor de várias obras literárias a nível de França. AngolaPress, 25 de Abril de 2009